Intercâmbio: aluna da FIAM-FAAM conta como foi a sua experiência

Poder estudar o que você ama é uma oportunidade maravilhosa. Aliar o seu aprendizado a uma experiência internacional é uma oportunidade ainda melhor. A Isabel Vieira, aluna do curso de Arquitetura e Urbanismo da FIAM-FAAM, viveu essa experiência recentemente.

Foto2

Ela ganhou uma bolsa de estudos por meio do Programa de Bolsas Ibero-Americanas Santander Universidades com parceria com o Global Office e pode estudar na Universidade do Porto, em Portugal.

Nós conversamos com a Isabel para saber como foi estudar no exterior e aproveitamos para pedir algumas dicas para os alunos que estão começando o curso de Arquitetura e Urbanismo. Veja a entrevista completa.

Por que você escolheu Arquitetura e Urbanismo?

Nunca tive dúvidas sobre o que deveria fazer como profissão. Desde pequena recordo prestar atenção nas casas e espaços que frequentava, mas foi em uma aula de desenho técnico na 7ª série que fui apresentada à profissão. Naquele momento tive certeza do que queria ser.

Qual foi a experiência que você adquiriu com a viagem?

Intercâmbio é uma experiência incrível, que te traz muita cultura e autoconhecimento. Estar fora do seu país, em um lugar que muitas vezes não fala seu idioma, com hábitos e cultura diferentes, é assustador e desafiante.

Como já morava sozinha, o choque não foi tão grande na parte de me virar com alimentação, roupas e rotina de casa. Meu maior desafio foi quebrar as barreiras impostas por um pré-julgamento entre nacionalidades. Minha lição foi de que sou capaz, basta se esforçar!

Com relação a profissão, o período de estudos na Universidade do Porto me mostrou a verdadeira importância do desenho e da leitura para o estudo da arquitetura. A graduação na FAUP é integrada ao mestrado, e talvez por isso que a pesquisa e produção de textos acadêmicos seja um item imprescindível em todas as etapas da formação.

O conhecimento teórico da Arquitetura e Urbanismo se reflete nos projetos, que por sua vez possuem uma qualidade indiscutível. Isso me fez repensar e mudar o modo de como eu estudo.

E como foi o suporte dado pela faculdade em todo o procedimento?

A faculdade nos forneceu suporte através de uma agencia de viagens, que poderia nos orientar na compra de passagens, visto e câmbio. Além disso, nos deu apoiou desde o início da inscrição na universidade até o aceite final.

O que foi mais marcante na viagem?

Poder conhecer obras icônicas da arquitetura. O melhor de fazer intercâmbio na Europa é a facilidade de viajar para vários países. Realizei meu sonho de conhecer Barcelona e também Paris. Além disso, o Porto! A cidade é incrível, rica de história e cultura.

Era maravilhoso sair das aulas de História e passar por todos aqueles lugares e edifícios que eu tinha acabado de estudar. Os azulejos foram um amor a parte. Tirei foto de todos que eu vi!

Foto1

“Era maravilhoso sair das aulas de História e passar por todos aqueles lugares e edifícios que eu tinha acabado de estudar”

Quais dicas você daria para quem está começando o curso?

Para quem está começando a faculdade minha dica é: sempre faça o seu melhor! Não importava quantos finais de semana eu perderia, ou noites de sono, para mim o importante sempre foi entregar os meus trabalhos com a sensação de que fiz o meu melhor.

O resultado disso foram as minhas notas, que me levaram a ganhar a bolsa de estudos. Arquitetura e Urbanismo é um curso que requer muita dedicação fora do horário de aula.

Aproveite para saber mais sobre o Curso de Arquitetura e Urbanismo da FIAM-FAAM.

bn_portal_grad-181_seletivoClique e confira!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *